quinta-feira, 8 de julho de 2010

Cazuza


Ontem eu vi um especial sobre o Cazuza. 20 anos sem Cazuza. Bateu uma saudade... o que pensando bem não faz sentido, porque eu só tinha 2 anos quando ele morreu, é quase como sentir saudades de alguém que eu nunca vi. Ah, mas eu simplesmente AMO Cazuza, e nenhum tipo de amor faz sentido, certo? É difícil não sentir falta de quem fez tantas músicas PERFEITAS, tantas músicas que eu falo: ai, essa música é minha!
Mas eu fico pensando: será que seria melhor se ele estivesse vivo? Será que ele seria tipo Capital Inicial, que segue o mesmo estilo até hoje? Ou seria um Roberto Carlos, que vive de sucessos do passado? Ou ainda teria virado emo? (quem falou isso foi o Marcelo D2, eu não acho q o Cazuza viraria emo... mas foi engraçado rsrsrs).
Eu acho mesmo que é uma pena um cara tão brilhante ter morrido tão jovem, mas foi uma consequência da vida que ele levava e, certo ou errado, ele viveu como quis, ele foi extremamente livre. E no pouco tempo que ele passou aqui neste mundo, ele falou ou gritou o que bem entendeu, produziu muito mais do que gente que viveu 100 anos e nada fez de importante. Ele deixou sua marca, virou um ícone, está lá como um capítulo da história da música brasileira. Pra quê mais? Ele fez sucesso e morreu no auge, como uma estrela. E deixou para nós todo um legado musical maravilhoso. Saudades, Cazuza. Para sempre.

Podemos chorar de saudade de Cazuza. Mas sempre tornamos a nos alegrar com sua presença divertida e desafiadora, porque ele é uma das pessoas que mais sabem expressar este fato dificílimo de entender e admitir: os humanos somos todos imortais.

[Caetano Veloso]

4 comentários:

Juliana Dias disse...

Ah lindo!!!

VIVA CAZUZA!

"Viver é bom, nas curvas da estrada. Solidão que nada!!"

BEIJOS!

- maria elis disse...

ele morreu e eu nasci '-'
também gosto de algumas músicas *--*

beijas :*

Ariela Venâncio disse...

- Eu admito que de alguma forma o conheço mais na morte do que o conheceria em vida.

Pra sempre Cazu !

Ely Barbosa disse...

Oi, achei seu blog através de link em outro blog que sigo.
Gostei do li e assim também como você conto o que tenho vontade de externar em casos e histórias. Parabéns , vou voltar sempre.

Abraços