sábado, 14 de abril de 2012

Sobre a dor

É assustador como uma única frase pode fazer com que todas as anteriores se tornem uma mentira. É assustadora a minha capacidade de me iludir tão rápido e permitir que alguém me magoe assim de repente mais uma vez. Eu tenho uma vontade enorme de vomitar m cima de você tudo o que eu penso sobre tudo isso, mas infelizmente eu não tenho essa chance e tudo fica aqui embolado, pesando dentro de mim. Durante o dia, fica tudo bem. Mas a noite tudo volta com força total, me massacrando e eu choro sozinha, um choro silencioso, para ninguém perceber a minha dor. Porque eu estou sozinha e essa dor é só minha, de mais ninguém. E eu penso: por que, meu Deus? Por que tudo isso de novo? É para testar a minha capacidade de aguentar a dor? Eu aguento, mas será que dá para fazer dar certo agora?

4 comentários:

Tom disse...

sabe viver qualquer tipo de dor ñ é legal pra ninguém, mas tudo na vida tem um propósito. o que machuca hoje, amanha se torna um aprendizado para fazer de você uma pessoa melhor. Você é maravilhosa e se vc sofre hj é para amanhã ser excepcionalmente perfeita.. Fica bem e se precisar estamos juntos... bjos

Anônimo disse...

Apenas reafirmando a frase do Tom:

Você é maravilhosa e se vc sofre hj é para amanhã ser excepcionalmente perfeita..

Bjus Tia Sandrinha

Juliana Dias disse...

Por mais que as "porradas" amorosas existam, infelizmente, não temos como nos desviar delas. É a vida, isso é viver. Não tem como resistir ao chamado do amor. Não tem. Mesmo que saibamos que, uma hora ou outra, ele vai nos massacrar de angústias e lembranças.

Não sei se este texto é "real", rs... Mas se for, saibas que pode contar comigo.

bj

Vanessa Souza Moraes disse...

O certo é tão relativo...